Mesas Temáticas

MOSTRA CINEMA CONQUISTA – Ano 13
Um olhar para o novo cinema
04 a 09 de novembro de 2018
Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima / Praça pública (bairro) / Escolas municipais (distritos)
Vitória da Conquista – Bahia

Durante a programação da Mostra Cinema Conquista – Ano 13 serão oferecidas mesa temática, conferências, lançamentos, curso e oficinas nas dependências do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, conforme descrição abaixo.

Nota: As indicações de mesa temática, conferências, lançamentos, curso e oficinas contaram com a participação da Coordenação das Atividades Acadêmicas e da Curadoria da Mostra Cinema Conquista – Ano 13, bem como dos professores do curso de Cinema e Audiovisual na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

MESA TEMÁTICA / CONFERÊNCIAS / LANÇAMENTOS:

– Apresentação de mesa temática, conferências e lançamentos de publicações com cineastas, pesquisadores, professores, críticos e profissionais do meio cinematográfico e audiovisual que abordam variadas temáticas sobre formação, produção e difusão do cinema brasileiro, regional e baiano.

Data: 05 a 09 de novembro (segunda a sexta)
Local: Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima (Sala principal)
Horário: 9h às 11h

05 de novembro (segunda)
9h – MESA TEMÁTICA
Tema: A imagem animada e a animação de Chico Liberato

Resumo: A mesa temática propõe um olhar sobre o processo autoral no cinema de animação e nas imagens animadas de Chico Liberato, artista plástico e cineasta homenageado na 13ª edição da Mostra Cinema Conquista. O objetivo da mesa é trazer reflexões a partir da análise da trajetória e de obras de Chico, destacando o movimento de impacto na ruptura do estático para o animado, principalmente a partir de uma ampla pesquisa da cultura brasileira e, mais notadamente, sertaneja.

Palestrantes: Cândida Liberato – Produtora e presidente da Associação Brasileira de Cinema de Animação – ABCA
Trabalhando no segmento cultural há mais de 30 anos, Cândida Liberato trabalha no setor audiovisual, integrando equipe de produção de telenovelas, produzindo longa-metragem e quatro séries de animação para TV, além de quatro séries documentais para a TV aberta e fechada.

Otto Guerra – Cineasta e animador
Otto Guerra criou a Otto Desenhos Animados em 1978. Nestes 40 anos dedicados à animação, Otto foi fundamental na criação do Núcleo de Animação do Rio Grande do Sul, abrindo caminho para o surgimento de uma verdadeira escola de animadores gaúchos. A trajetória da Otto Desenhos resultou na realização de 10 curtas e 3 longas-metragens. Otto dirigiu “Wood & Stock: sexo, orégano e rock’n’roll” (2006) e “A cidade dos piratas” (2018), entre outros filmes, e é um dos cinco realizadores brasileiros citados no livro que é considerado a “bíblia” da animação mundial, “Animation Now!”, da editora alemã Taschen.

Alba Liberato  Roteirista e produtora da Liberato Produções Culturais
Alba Liberato domina a palavra escrita e falada, unindo o pensamento erudito com a beleza essencial da cultura popular. Fundou, em 1977, a Liberato Produções Culturais juntamente com Chico Liberato, parceiro com o qual realizou “Boi aruá” (1984) e “Amarilis” (2016), entre outros filmes, que se destacam pelo pioneirismo na produção de conteúdo em animação na Bahia. Atualmente, vem desenvolvendo conteúdos para TV em séries documentais e de animação.

Mediadora: Patrícia Moreira – Cineasta e profa. mestranda do curso de Cinema e Audiovisual, na UESB